sábado, 9 de novembro de 2013

ranking das escolas - parte 2

no seguimento de vários posts que fiz sobre a escola e sobre os rankings... não é novidade que com estas medidas que estão a ser implementadas nos últimas anos, pelo Ministério da Educação, que a qualidade da escola pública está a decrescer ao contrário dos resultados das escolas privadas, que têm vindo a aumentar nos últimos anos. O Ministério quer isso mesmo, boicotar a escola pública para justificar o financiamento do privado e quem sabe mais tarde privatizar a escola pública. Será esse o melhor caminho do ensino, um ensino direcionado para as elites. Será que as nossas mentes brilhantes e iluminadas não conseguem entender que a educação deve ser igual para todos, excelente exemplo o da Finlândia, em que não existe público/privado, só existe público. Todas as pessoas devem ter na escola as mesmas oportunidades. Só assim pode um país aproveitar ao máximo os seus recursos humanos. Porque nem sempre o filho do ministro não sei de quê é o mais inteligente, mas claro que as oportunidades que tem na vida não se comparam a um aluno em que os pais estão os dois desempregados, contam o dinheiro para sobreviver e anda na escola que está em último lugar no ranking. Até pode ser mais inteligente que o filho do ministro, mas nunca vai conseguir alcançar o que o outro consegue e não tem a ver com inteligência, mas sim com as oportunidades e vivências que tem ao longo da sua vida.
Será este o futuro da educação no nosso país?

mas atenção... "as escolas públicas preparam melhor os alunos para terem sucesso no ensino superior."
leiam...

http://crup.pt/pt/imprensa-e-comunicacao/recortes-de-imprensa/4404-escolas-publicas-preparam-melhor-os-alunos-para-terem-sucesso-no-superior





Sem comentários: