domingo, 17 de junho de 2012

sopa


  Eu - M., vem para a mesa comer.
M. - Já vou...
Quando vê a sopa na mesa, corre para o quarto e grita:
M. - Não quero sopa, sempre sopa, sempre sopa. Não vou.
 Eu - M. vem já para a mesa, a sopa faz crescer e o blá blá blá do costume.
 M. - Não vou.

Paciência... a psicologia da batata doce já não funciona...

Sem comentários: